Dicas-2BSiam-2BReap

Reunimos algumas dicas práticas para quem vai visitar Siem Reap. Confira a lista abaixo.

Visto

Tira-se o visto do Camboja na chegada por terra ou pelo ar. Demora de 20 à 30 minutos, contando com o tempo para preencher os formulários e espera. Traga uma foto 3×4 ou de passaporte (tiramos a de passaporte e passou sem problemas). Nos custou 30$ por pessoa. Criança também paga. Pode pagar com cartão, mas também tem um caixa eletrônico para retirar dólares. Tem a opção de fazer on line antes de ir. Pega-se menos fila, mas paga-se uma taxa de 7$. Mas muito cuidado com sites falsos. Nos fóruns de viajantes têm muitas reclamações com sites que pegam seu dinheiro e nada de visto. Não entramos no país por terra, mas também é possível tirar hora.

Vacina

Brasileiro precisa de um certificado internacional de vacinação contra febre amarela. Esse certificado pode ser retirado no posto da Anvisa nos aeroportos internacionais do Brasil. Para mais informações, clique aqui para ir pro site da Anvisa. Não nos pediram nada, mas é melhor ter em mãos do que estragar a viagem de férias, não é?

Propina

Embora tenha um aviso que não é para dar dinheiro no controle do passaporte, eles me pediram o famoso “dinheiro pro café”. Eu fui pego de surpresa e não estava entendendo aquela situação. Tirei 1 dólar do bolso e coloquei no balcão, nada discretamente, bem na frente da câmera de segurança. O policial fez uma cara e devolveu o dólar. Não dê gorjeta! Não precisa pagar nada ali. Na fronteira terrestre dizem que é ainda pior.

Do aeroporto ao hotel

A maioria dos hotéis te pegam gratuitamente no aeroporto. Avise com antecedência. Poucos hotéis te levam de volta gratuitamente na hora de ir embora. Nossa volta custou 15$ a família inteira par ir de carro. Achei caro pela distância. De tuk tuk é bem mais barato, mas com nossas malas não era uma opção.

Moeda

Embora a moeda local seja a riel, tudo é negociado em dólar. Nem precisa trocar para moeda local e é facinho sacar dólar em caixa eletrônico. A moeda americana é aceita até nas lojinhas do mercado. Eu até cheguei a trocar dólar, mas foi desnecessário e ainda perdi na conversão.

Pechinche, pechinche, pechinche

Essa é uma prática local (e de muitos países da região). Pode negociar o preço do souvenir, do tuk-tuk. Conseguimos até um quarto de hotel melhor sem custo adicional ao chorar durante o check-in.